Os chakras são centros de consciência. Eles são pontos focais de energia que têm efeito direto, imediato e profundo em nossas vidas. Os chakras, onde a maioria de sua energia kundalini é focada, influenciam seu comportamento e atitudes básicas.

Essa relação entre comportamento e seu chakra dominante é fundamental, porque a energia age como um imã. Constantemente atraímos vibrações para nós mesmos que estão no mesmo comprimento de onda que os chakras dos quais estamos operando. O Kundalini Yoga permite que a energia se eleve, equilibrando e coordenando todos os chakras.

O Kundalini Yoga prepara o corpo para permitir que sua energia se levante para que você possa experimentar sua consciência superior. Quando esse equilíbrio dos chakras ocorre, você fica fortalecido; você é capaz de ser humano compassivo e mais consciente.

Yogi Bhajan ensinou sobre as funções e atributos dos oito principais chakras, que poderíamos entender e nos transformar através da prática da Kundalini Yoga.

“O critério é que, se você puder praticar e entender esses chakras e desenvolvê-los automaticamente em seu corpo, para que eles se tornem seus companheiros, você terá sete amigos.” Yogi Bhajan

Meditação para limpar os chakras: criando espaço para milagres

Esta simples meditação de cura do Kundalini Yoga é uma ótima maneira de limpar seus chakras e levar-se a um lugar calmo e tranquilo. Sempre que você precisar de um milagre, ou quiser dar aos seus chacras um ajuste milagroso, essa meditação é uma ótima opção. Você pode adicioná-la a outras práticas que possa estar fazendo ou praticá-la sozinho.

Mantra

Guru Ram Das, o quarto Guru dos Sikhs, era conhecido por suas habilidades de humildade e cura. Seguindo o exemplo, todas as meditações e kriyas que incluem o mantra Guru Ram Das são conhecidas por suas qualidades curativas e por transmitir humildade àquele que o canta. O mantra Guru Ram Das, também conhecido como “O Mantra do Milagre”, foi dado a Yogi Bhajan por Guru Ram Das em seu eu astral. Relaciona-se diretamente com a energia curativa e protetora representada pelo Guru Ram Das. O mantra é composto de duas partes. A primeira parte é um mantra nirgun (Guru Guru Wahe Guru). Isso projeta a mente para a fonte de conhecimento e êxtase. A segunda parte é um mantra sirgun (Guru Ram Das Guru). Isso significa a sabedoria que vem como um servo do infinito. É o mantra da humildade. Reconecta a experiência do finito ao infinito.

Instruções da meditação

Sente-se em pose fácil com as mãos no colo, a mão direita em cima da esquerda. Cante calmamente, mas não em um sussurro, certificando-se de sentir o mantra vibrando em seus lábios. Cante o mantra Guru Guru Waheguru Guru Ram Das Guru. Ao cantar o mantra, concentre sua atenção no chakra correspondente, mas não mova seu corpo. Imagine o seu corpo se tornando um belo templo de ouro, segurando sua alma.

Guru – 1o chakra

Guru – 2o chakra

Wahe – 3o chakra

Guru – 4o chakra

Guru- 5o chakra

Ram Das – 6o chakra

Guru – 7o chakra

É no Muladhara – o primeiro chacra – onde a energia Kundalini está adormecida. Também chamado de chacra básico, “mula” significa raíz em sânscrito e é a nossa conexão com o elemento terra. Corresponde ao nosso fundamento energético e portanto sustenta a energia de todo o nosso campo. A saúde do corpo físico, padrões e hábitos estão relacionados com esse chacra. As sombras que desequilibram a energia do muladhara são principalmente o medo e a insegurança. Por outro lado, quanto mais bem nutridos, em harmonia com as nossas raízes, e cuidadosos com a nossa saúde, mais seguros e corajosos nos sentiremos para manter a nossa base firme nos balanceios da vida.

 

O svadhisthana, o segundo chacra, é o nosso centro de energia que contém o pulso criativo. Assim como uma semente que para brotar precisa de água, a Kundalini – energia da consciência – precisa da potência de criação do nosso segundo chacra para germinar.

Manipura, o terceiro chacra, está relacionado ao elemento fogo. É o nosso centro de energia conectado com a força de vontade, projeção, poder pessoal e capacidade de realização. A principal emoção que gera desequilíbrio no manipura é a raiva. Em Kundalini Yoga o fortalecemos com a respiração de fogo, postura do estiramento, levantamento de pernas e muitas outras posturas e meditações. Seguiremos trabalhando com os chacras nas aulas de Kundalini Yoga com a Nambir Kaur!
E agora com mais um horário nas terças e quintas de 6h40 às 8h10!
Sat Nam

 

O anahata, nosso quarto chacra é a ponte que une o triângulo inferior e o triângulo superior dos chacras.
Está conectado com o elemento ar e nos alimenta com a energia prânica que chega pelos pulmões. O amor, a compaixão e a nossa capacidade de perdão são qualidades que elevam a energia do anahata e a tristeza, mágoa e ressentimento o bloqueiam. Nele está localizado a glândula timo que regula o sistema imunológico e é fundamentel para a nossa saúde. Que o amor e a nossa capacidade de serviço nos rodeie!

Vishuddha significa purificação e é o nome do chakra da garganta. Sua maior virtude é a verdade. O equilíbrio do quinto chacra depende principalmente da expressão e manifestação da verdade do nosso Ser. Quando contamos para nós mesmos mentiras, reforçamos pensamentos e falas que diminuem o nosso potencial e das outras pessoas geramos desarmonia nesse centro. Cantar e entoar os mantras promovem a qualidade fundamental do Vishuddha que é o Vach Siddh, o poder da palavra. Com a percepção sutil do éter – elemento que corresponde a esse centro – vibramos, falamos e expressamos a nossa verdadeira identidade. 

 

O sexto chacra está localizado no lóbulo frontal do cérebro. A glândula relacionada a ele é a pituitária, conhecida também como glândula mestre já que cordena todo o sistema glandular. O Ajna chacra é conhecido pela sua relação com o terceiro olho e com a intuição. Em Kundalini Yoga compartilhamos inúmeras ferramentas para equilibrar a energia, desabrochar nossa intuição para nos desenvolver como seres auto-sensoriais.

 

Referências:

Clear Your Chakras, Create Space for Miracles

https://www.3ho.org/kundalini-yoga/chakras

 

 

Open chat
Oi, tudo bem?